A vida começa todos os dias…

Todas as etapas da vida é um recomeço. Nascemos e iniciamos a primeira etapa: o amor materno, desde a condição intra-uterina, ao primeiro choro quando se arrebenta a placenta, dá o início a tudo que o ser humano será e fará durante a sua existência.
Tem os primeiros passos, ou engatinhadas por assim dizer, as primeiras palavras que começam a ser ditas, o início do convívio coletivo social, com a entrada no colégio… Ainda me lembro dessa fase da minha vida, minha mãe quando dobrava a esquina da escolinha onde me alfabetizei, e eu começava a chorar, por saber que ficaria por toda a manhã longe da minha casa.
As etapas vão seguindo em frente, entra-se no ginasial, depois no científico, vestibular. E para tudo a vida sempre está começando, sempre uma situação nova… Quando eu era pequeno sonhava em fazer 18 anos, a minha maioridade, hoje tenho nostalgia da infância. Mas tudo é um começo, pois depois se sai da Universidade, uns casam e tem filhos, outros vão ser triturados no mercado profissional, outros seguem a carreira acadêmica, e aí, se coloque mais uma etapa de pelo menos dez anos, se for considerado um mestrado, um doutorado, um pós-doutorado.
E se chegar a essa fase, o cidadão já está pra lá dos trinta quando vai de fato começar sua vida profissional, nunca é demais continuar estudando, para um dia se tornar educador.
Penso hoje, aos meus 42 anos de vida, que minha maturidade é aproveitada a cada dia. Difícil pensar chegar nessa idade lá atrás, aos 18. Quando achamos que estamos ficando velhos, daí vem a maternidade dos seus filhos, e o cidadão se torna avô. Mais um recomeço, novos destinos, novas etapas…
E mais na frente acompanhar tudo o que se passou na sua vida em relação aos seus descendentes! Tudo é relativo na vida, tudo tem que ser carinhosamente vivido, cada etapa tem uma significação, até que se chega a morte.
Mas a morte não é uma tragédia por assim dizer, apenas é a pessoa dar o seu tempo para novas gerações que estão chegando, e sabe lá que configuração pós-morte a vida não proporciona? Aqui já falo do além vida. A consciência perpetua? A consciência é o que as religiões consideram de alma? Existe uma relação universal planetária onde todas as vidas inteligentes acabam se esbarrando nesse momento? Ainda existe quem acredita na tal da reencarnação, portanto é mais uma etapa que se começa, ou re-começa, pois tudo volta a estaca zero.
Mas nós caminhamos, vivemos o nosso momento, com mais cabelos, menos juízo, com mais maturidade e entendimento de causa, mais preocupações. O importante é a pessoa saber fazer da sua vida o que bem entender, seja ela jogada ao absorto caminho do entorpecimento, ou aos modelos padrões convencionais que a sociedade estipula!
Pessoas fora dos padrões são lembradas por milhões de pessoas. Músicos alucinados que são ouvidos e cultuados por gerações que nem os conheceram. Políticos e pensadores que atravessaram os séculos e estão nos anais dos registros históricos da literatura informativa…
Tudo tem o seu tempo e o tempo não tem limites. Seja um cidadão modelo ou anárquico, eles viveram e perpetuaram suas vidas, seja com descendências, seja com pensamentos. Mas o importante é que no presente tudo se começa todos os dias. Ao acordar, já se começa uma nova etapa, seja numa reunião importante, num outro episódio significativo.
O dia a dia está aí para mostrar que a vida sempre está se renovando. Hoje acordei muito cedo, tenho muitas coisas a fazer, mas antes estou divagando nessas linhas. Não tenho meus cabelos da época dos 18 anos, mas tenho algumas outras coisas elementares à minha maturidade.
Vivo cada dia, o presente é o melhor tempo, o futuro é o incerto, e o passado é onde tiramos as lições…
Vamos vivendo, vamos perpetuando a nossa obra!

Um comentário

  1. Muito bom, somos eternos caminhantes,estrangeiros de nos mesmos,descobrindo o que, e como viver e conviver com o novo e o velho que nossas novas cidades descobertas, tem para nos melhorarmos, e, mesmo frente ao inesperado, esta capacidade de se reinventar em cada nova etapa, é determinante para sermos “felizes'.
    Teomirtes Leitão

    Curtir

Deixe uma resposta para Anônimo Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s