Nada muda no mundo do futebol!

Postei ontem, por brincadeira, um texto sobre o resultado do jogo de ontem, onde o Sport mais uma vez venceu o Náutico, de virada, na Ilha do Retiro. É impressionante como as pessoas se divertem com os posts     de futebol após as partidas no Facebook.
Mas é isso velho “timbuzinho”, nem sendo a elite dentro da elite do futebol pernambucano em termos nacionais, que a danada da “sina” de sempre apanhar do Sport desaparece… Sou do tempo onde comecei a ir à campos de futebol quando o Náutico era o único da primeira divisão brasileira.
Esse é o quadro de hoje, pois com muito brio, o Alvi-Rubro conseguiu permanecer na primeira divisão, e ainda vai disputar um torneio internacional, a Copa Sulamericana. Mas mesmo assim, quando vão jogar com o Sport se acovardam, e mesmo com um time muito bem arrumado, esbarram nas suas limitações psicológicas!
Digo psicológicas sim, pois acredito que atualmente só quem consegue pregar peças em cima do Sport é o primo pobre de Pernambuco, o Santa Cruz. Quem não lembra do Tricolor, na quarta divisão, tirar o hexa tão sonhado do Sport?
Sim, esse foi um grande feito…
A torcida do Náutico agradeceu…
Na década de noventa, o Náutico sofreu tantas humilhações dentro de campo para o Sport, que eu acho que abalou até agora. O time sempre amarela na frente do Leão, é impressionante isso.
Falo com imparcialidade, eu queria muito que futebol fosse uma caixinha de surpresas, como também queria acreditar em Papai Noel. Portanto, o Clube Náutico Cabibaribe, aristocrático como só ele sabe ser, tem sérios problemas mentais em relação ao seu adversário Rubro-Negro.
Muda-se os tempos, alguns raros momentos de lampejo um ano ou outro, mas a essência de tudo é que o Timbu se apequena diante do rugido da fera do Leão. 
Aos torcedores do Náutico, lenços para enxugarem as suas lágrimas. Ao Sport, parabéns, pois mesmo estando em uma divisão menor que a do Timbu, mostrou que quem manda na Ilha do Retiro é o Leão, pelo menos diante do Náutico, sempre…
Queria ver isso mudar, meus amigos torcedores do Náutico estão traumatizados, e tenho muita pena deles, sou a favor das minorias, mas fazer o que? O aristocrático precisa ainda de muita banca para voltar a ser o mesmo que o consagrou na época dourada do nosso futebol, especificamente, a era Pelé.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s