Último capítulo da novela da rede esgoto

Realmente é impressionante o que acontece com as pessoas no Brasil com a danada da audiência da rede esgoto. Em dia de último capítulo de novela, as coisas realmente não funcionam. Eu particularmente nem sei o que é isso, pois abomino as novelas, por achar muito superficiais para o meu deleite televisivo.
Na última sexta-feira fui a um restaurante italiano, belas massas, restaurante chique, daqueles que quando você chega na entrada, uma pessoa abre a porta para que você entre. Estava fantástico, ambiente maravilhoso, a comida uma delícia.
Eu estava com a minha companheira, numa conversa bastante agradável… De repente parece que as coisas pararam de funcionar. Fui pedir um refrigerante e os garçons estavam todos olhando para o telão do restaurante, no que perguntei imediatamente para minha companheira e ela me disse que era o último capítulo da novela das nove.
Mas o que mais me impressionou foi que, não só os garçons, mas a cozinha que preparava as masas, os seguranças, os clientes, todos estavam de olho na telona. Por um instante acho que o tempo parou… Olhei com cautela e apenas um garçom ainda carregava uma bandeja circulando pelo ambiente. 
Me levantei e fui ao seu encontro… Disse: ” sei que és o único daqui que está trabalhando, portanto me traga um refrigerante por favor”! Me dirigi à porta um pouco contemplativo com tudo aquilo, e fui fumar um cigarro do lado de fora. Mas a moça que abria a porta para os clientes estava encostada na parede olhando para a telona. Fui lá fora, fumei meu cigarro, voltei, e me dirigi novamente para a mesa. 
O refrigerante já havia chegado, e apenas um funcionário de fato trabalhando. Acabei de comer a minha refeição com aquela hipnose coletiva de causar espanto, e tive que me levantar da cadeira mais uma vez, para procurar o único garçom que estava trabalhando, e lhe pedir a conta.
Por um momento pensei: se tivesse meus dezoito anos de idade, era a hora de sair sem pagar nada, mas isso não é mais atitude de um lobo de 42 anos. Ele chegou com a maquininha, errou na contagem dos refrigerantes, mas na altura do campeonato nem discuti, paguei a minha conta e saí de lá, tendo eu mesmo que abrir a porta, pasmo por perceber que o mundo havia parado.
Ao chegar em casa refleti muito sobre isso, pois o restaurante era de alto gabarito, e eu, que gosto de assistir jogos de futebol em bares, nem assim os funcionários param de trabalhar para dar uma espiada no jogo.
Conclusão: essa hipnose coletiva que a rede esgoto  consegue fazer nas pessoas é uma coisa muito perigosa. Sou formado em Jornalismo, já estudei muito o poder de persuasão dos telejornais, da televisão em especial, que derruba e coloca até presidentes da república. Fiquei realmente muito triste com o que presenciei, não podemos ser engolidos com situações de inércia coletiva por uma coisa tão insignificante ao meu ver.
Abomino novelas, sei que quem domina os meios de comunicação no país são os poderosos que comandam a pátria, e mais uma vez pude constatar isso. Fiquei de fato bastante chateado com tudo o que ocorreu. Liberdade de informação é uma coisa, mas manipulação cerebral coletiva é outra. Profissionalismo tem hora, e infelizmente até um restaurante de tamanho gabarito, foi sucumbido pelo poder da rede esgoto! O que fazer? Meu protesto vai através desse texto do meu Blog, apenas isso posso fazer.
Quanto à novela, nem sei do que se tratava e nem quero saber. Estou farto da manipulação global! 
Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s