As paredes da sabedoria

Vivo em um universo que está completamente mergulhado em um abismo de conflitos, sejam eles de ordem política, social, religiosa ou existencial. Mas a questão do existencialismo é o conflito que perdura por mais tempo dentro de minha mente.
Poderíamos estar refletindo por diversas vezes o quanto o alvo de todos os meus questionamentos foram acertados com flechas de titânio, de um teor avassalador monstruoso, onde as farpas que se esparramaram depois do alvo acertado, me deixaram ainda mais confuso em relação às coisas.
Não poderia esquecer que os conflitos internos dilaceram as pessoas, são diferentes dos conflitos armados, não é uma guerra declarada a outra pessoa, mas sim, uma guerra que você declara a si mesmo. Por tantas e tantas vezes estive no meio de um tiroteio de idéias desconexas, que não fizeram com que eu enxergasse a clarevidência das coisas.
Na tentativa angustiante de me firmar dentro de uma teoria que fizesse com que meus questionamentos calassem a minha pulsação cerebral, colocaram barreiras quase que ideologicamente pessoais, contrapondo as minhas dúvidas. Sempre bato de frente com o desconhecido…
E a sabedoria que busco, está além dos prognósticos de vida, pois dela sempre carrego esses questionamentos, e dela me sinto aprisionado, atado de uma forma insuportável, como se estivesse afogando e a respiração se perdendo a cada momento, desfalecendo a minha consciência, me jogando para uma completa e absoluta inércia.
Sim, sei, as paredes da sabedoria nunca serão explodidas, pois como as flechas de titânio aqui citadas no texto, elas também são feitas deste mesmo produto. Indestrutível, impossível de ser ultrapassadas para o outro lado delas.
Talvez um holograma espectral, que pudesse tocar os seus dedos divinos na minha testa, e aliviar a dor que sinto por dentro, seria a aguardada solução para tudo. O tudo que um dia representou alguma coisa, agora é o nada absoluto.
Sigo em frente, sem medo de ser feliz… Me questionarei eternamente, esse é o papel da minha existência. Os questionadores talvez nunca encontrem conforto espiritual, mas deixarão muitas mensagens que posteriormente aliviarão a barra de tantos outros que por aí observarão os seus escritos.
Constatação da contestação, sempre, sempre…   

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s