Babilônia em chamas

Andaria quilômetros para encontrar uma fórmula que me fizesse descansar em pensamentos serenos. O mar está muito agitado, existe o momento exato para abandonar a embarcação, mas sei que nela ficarei, mesmo que o barco afunde.
O mais interessante é que sempre gostei desses desafios, não que as pessoas não procurem sempre uma estabilidade emocional na vida, mas às vezes não temos opção, as nossas escolhas foram praticamente colocadas como alternativa única.
Estarei atento aos possíveis deslisamentos que podem me atolar num buraco cheio de neve que acabou de cair da montanha, e sei que essa possibilidade é real… Mas também sei que depois de tanta neblina, existe um lugar maravilhoso, um belo jardim suspenso, digno dos da Babilônia.
E a Babilônia está aí, todos podem observar. Vamos todos peregrinar uma vez na vida para a Babilônia, lá é o lugar que de tantas e tantas cidades conquistadas e batizadas por Alexandre, a democracia libertária pode ser debatida em ampla escala num parlatório bastante interessante.
Obviamente que as chamas da destruição evocadas pela Tribo de Jah  estão ardendo forte, mas não confundam isso com a abstração bíblica do inferno. Não seremos espetados por um tridente diabólico para dentro de uma poça de fogo…
Ficando assim, refletindo sobre tudo o que está por acontecer, às vezes temo que nada de fato aconteça. Mas o tabuleiro está aí, que cada um movimente as suas damas, o jogo da vida pode ser vencido por um simples movimento das mãos, condicionada ao cérebro.
Agora eu sei: a escravidão das grades da minha mente, podem me aprisionar pela eternidade, mas também me oferecer a chave para a liberdade!
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s