A parábola do profeta

Um dia, como disse o profeta: “não há lugar algum para colocarmos os nossos sapatos que não seja dentro do armário”, Alegremente comecei a buscar todos os pares, às vezes fora do lugar, e guardei-os todos no guarda-roupas.
E assim fui acumulando uma infindável quantidade de pares de sapatos, meu guarda-roupas ficou totalmente cheio deles. Mas não tive a coragem de tirar mais nenhum para calçar. Passei a caminhar a pé, meus pés começaram a criar calos.
Não sou do tipo de pessoa que deixa os resquícios de uma vida cheia de entulhos, mas desta vez não tive forças para jogá-los todos fora. E era necessário, em caráter de urgência. Busquei forças dentro de mim…
Portanto peguei cada par, e saí deliberadamente jogando todos pela janela, até não sobrar nenhum. E quando meu guarda-roupas ficou completamente vazio, é que pude ter a real dimensão de que a minha alma estava completa.
Deslizei por um corrimão de quarenta degraus, e me vi livre de todos os rancores que um dia pudesse possuir. Nada mais a partir desse momento passou a me incomodar. Estou certo de que a minha família agora se resume a três membros.
Absolutamente feliz! 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s