Imprevisibilidade linguística

Sob o olhar perplexo dos admiradores da luz, os vegetais noctívagos se recolhem ao encontro dos seus predadores. Assim, o começo de uma nova era é possivelmente aceitável.

As simbologias de uma rica língua como a portuguesa, pode ser mais que o suficiente para deixar, no campo das abstrações, a possibilidade de se “divagar” em reflexões.

Possuidora de uma vasta gama de interpretações, quando se divaga, se imagina um dilúvio de subjetividades escondidas nas constrições linguísticas.

Os admiradores da luz poderiam ser os próprios espectros vegetais. Os predadores a raça humana. A nova era poderia ser a esperança de que tudo vai mudar. A compreensão de que a humanidade poderia repensar um pouco sobre a devastação da natureza.

Portanto podemos ter uma vasta quantidade de códigos para a plurais observações feitas nas inúmeras frases que lemos por esse vasto e rico mundo literário.

Viverei sempre sob a abstração da minha escrita.

Sou fiel à imprevisibilidade linguística!

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s