As dualidades da vida

É inevitável que na vida nós não deixemos de plantar para colher adiante. Espero por vários desdobramentos pessoais, e muitas vezes tenho que me privar de certas coisas.

E preciso alcançar  vários objetivos nesse processo… a compaixão ao próximo é um deles. Não estamos sós nessa luta da vida. Precisamos de ajuda como também precisamos ajudar.

E assim os ciclos vão se fechando, a colheita tem tudo para ser farta. Os bons frutos virão em abundância!

Tenho sentimentos que extravasam nos meus poros sensoriais. Eu sinto a dor, eu sei lidar com a dor. Eu exercito a paciência e sei que ela é uma tarefa para poucos.

Bem vindo à vida nobres leitores. Somos parte de um todo, não podemos esquecer de ninguém. O coletivo está presente, mesmo que às vezes se pareça individual.

Isso se chama dualidade!

A dualidade do viver é necessária para todos.

Vamos exercitar o bem estar. Nosso e do próximo.

Vamos praticar o bem…

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s