O banquete noturno

Sou criatura noctívaga…

Quero elevar todos os meus pensamentos para o fato de que eu tenho que criar na madrugada…

Se preciso de substâncias psicotrópicas respondo: sim, claro!

Quem não as precisa?

Ando observando a escuridão, ando em compasso com a minha loucura!

Peço permissão para poder transbordar todo o meu excesso criativo. Ele é muito vasto, ele é o que faz de mim um herói!

Sou o eterno e apaixonado avaliador de mim mesmo. Ando por essa escuridão toda à procura de explicações…

Explicações para as minhas origens sobrenaturais. Pois estou agora em um transe tão intenso que a sobrenaturalidade se faz presente a cada pó que eu respiro.

A sujeira está grande…

Preciso limpar tudo!

A casa tem que estar limpa para eu receber as visitas no fim de semana.

O frango não pode passar do ponto, não tenho o direito de deixá-lo queimar.

Sentados à mesa, vamos saborear a farta refeição, ela pertence à todos os “malucos” da cidade, e olha que são muitos…

Bom apetite!

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s