A vida cotidiana de cada um

Estamos aqui…

Estou aqui!

Escrevo na calada da noite por não ter com quem interagir nesse exato momento. Ou todos dormem ou estão como vampiros na noite.

Eu sou um cara solitário. Depois que eu me mudei de bairro, deixei para trás todas as amizades que eu construí ao longo da vida. Não que eles deixaram de ser meus amigos, mas fica impossível de encontrará-los.

Eu também me casei e entendi o significado de família. Hoje sou eu, minha esposa que dorme, e meu filho, um poodle toy de nove anos, que acabou de fazer um procedimento cirúrgico e todo cuidado é necessário.

O nome dele é Bruce, é a alegria de nossas vidas…

As relações humanas são complicadas. Falei recentemente para um escritor baiano amigo meu que eu era uma pessoa triste.

Ele respondeu que era justamente por isso que eu escrevia…

Será mesmo?

Será que eu sou triste?

Talvez quando eu tenha dito isso para ele eu estivesse num momento ruim. Eu vivo de ciclos bons e ruins.

Agora por exemplo, eu estou super feliz na frente do meu laptop escrevendo. Na minha casa, tranquilo, com minha família na paz.

Eu sou feliz!

Portanto que fique o meu boa noite para aqueles que lerem este post antes de dormir, e o meu bom dia para aqueles que só lerão amanhã de manhã.

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s