A paz que me revigora

Vou escrever um pouquinho.

Ontem eu estava exausto, pois passei o dia tenso por conta do jogo do meu glorioso Sport Recife, e depois fui fazer compras após a partida.

Deixei para postar quando chegasse do supermercado, e ao guardar as compras, já era de manhã.

Uma manhã de domingo, uma manhã de sol intenso…

É raridade, mas passei um dia sem escrever.

Quero partilhar com vocês a tolerância à intolerância.

Quero partilhar o amor ao próximo.

Meu coração está em conflitos. Da euforia à calmaria…

Agora quero essa brisa, os últimos três meses foram muito intensos, e agora meu merecido domingo.

Futebol na TV, netflix, milk shake na lanchonete…. são tantas coisas aprazíveis para se fazer que nem fiz a lista ainda.

Ainda falta muita coisa a ser realizada por mim para que eu bata as minhas metas individuais, coisas que serão ao longo da minha vida.

Mas o que quero mesmo, é partilhar com vocês o cotidiano de uma pessoa que está em paz consigo mesmo.

Quando abdiquei de viver intensamente uma vida de euforia plena e de torpor, passei a produzir intensamente.

Efeito de minha sobriedade.

E a minha produção é uma produção criativa. Por isso lido com tantas emoções…

Mas agora que estou na minha hora do repouso, retorno à escrita, pois sem ela não seria ninguém!

Viverei agora pautado no comportamento de uma conduta rigorosa no que se refere ao controle das minhas emoções.

E a vocês, meus adorados leitores, deixo essa mensagem leve, serena, amena e de paz!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s