Não suporto mais esse mundo, essa sociedade!

O índice de rejeição que tenho recebido nas redes sociais por expor um ponto de vista está fora do comum.

A única coisa positiva nisso tudo é que meu blog deu um salto de visitações incrível. Isso tudo por um texto despretensioso.

Estou farto sabe…

Quanta gente idiota e alienada!

Estudei Jornalismo, me pós graduei, sou um árduo militante da Síndrome de Tourette, mas mesmo assim, falar em determinados temas não combina muito com a normalidade da maioria.

E mesmo a minoria tem medo de colocar a cara à tapa!

Sou direto! Verossímil!

Eu paguei ética em Jornalismo, uma cadeira muito chata por sinal. Eu sei que estou no direito de me expressar!

Já tive vários bloqueios no meu Facebook por um simples posicionamento?

Quanta gente idiota!

Não vou parar de escrever o que penso.

Aos leitores dos meus cinco livros, e são vários por sinal, sabem muito bem o teor das coisas que escrevo.

Não admito ser agredido, e o pior, via inbox. Porque essa sociedade é tão escrota que até para criticar tem vergonha de se expor.

Covardes!

Estou no meu limite de tolerância. Não pedi para nascer nesse mundo, não pedi uma doença que vem acompanhada de várias outras comordidades associadas.

Talvez não tenha filtro!

Vocês sabiam que essa sociedade maravilhosa nunca assinou a minha carteira? Posso dizer que sou um cara feliz na sua completude?

Isso antes de eu me insurgir contra ela. Isso quando eu era um garoto bonitinho, cheio de tiques nervosos, inocente, que achava que iriam me dar um emprego.

Tenho uma militância árdua, mas até na militância existem pessoas que são idiotizadas pelos meios de comunicação.

A minha foice e o meu martelo são as minhas palavras. As lêem quem quer. Não estou preocupado. Por mim ninguém me leria.

Mas o anonimato nunca foi uma palavra que combinou comigo. Pela minha Síndrome, pela minha forma de ser e pensar, pela repercussão das coisas que escrevo.

Eu sei, estou na boca do povo. Mas o que eu posso fazer? Sofri bullying a vida inteira. Deveria metralhar o Colégio Santa Maria inteiro. Desde os diretores aos professores e alunos.

Sou forte.

Milito!

Converso com covardes que tem medo de sair de casa por causa do desconhecimento da nossa doença, e não suportam uma piada. Esses nem acabam o ensino fundamental. E me desculpem se fui forte no termo que os denominei.

Canso de conversar a madrugada inteira. Pois para um desempregado escritor que não sobrevive de vendas de livro, o tempo não faz diferença.

Sociedade medíocre!

Estou enfurecido com todos. Desde a minha família, amigos, o resto que me segue e até os que me deixaram de seguir.

Não estou nem aí!

Pronto, disse!

Queria mandar todos para um lugar bem desagradável, mas sou um cara educado. A minha metralhadora é doce, tem educação.!

E ainda possuo Coprolalia. Para os não entendedores, Google!

Entenderam porque a minha casa é uma farmácia ambulante?

Tenho que me concentrar ao máximo, mesmo sob o efeito das medicações, para conter essa desgraçada lasca de pacote de grego que vem com a Tourette!

Portanto vai aqui a minha indignação para com todos.

Espero que as pessoas sejam mais abertas ao diálogo de temas tão relevantes, principalmente para nós portadores.

Fico por aqui, já deu…

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s