O desgaste físico e mental

Vamos completando idade nova, nossos corpos já não respondem ao mesmo comando de quando éramos jovens.

Não posso mais dizer que sou jovem, em três dias completo 47 anos. Não sou mais o garoto de antigamente.

Paro para pensar, para concluir quantas coisas já passaram na minha vida. E quando vem esses pensamentos é por décadas.

Na década tal eu estava de um jeito, na outra de outra forma.

E  comigo foi tudo muito surreal.

Engoli uma década inteira, a dos 30 anos aos 40.

Essa foi que no final me derrubou por completo, onde eu tive doenças sérias por conta do álcool.

Não costumo me lamentar, mas o bem da verdade é que de fato, com certeza, absolutamente, eu estou ficando velho.

Tem muitas coisas para acontecer na minha vida ainda. Não posso é deixar o display do pensamento vago disparar, pois senão acabo me deprimindo.

Resolvi abrir o laptop imediatamente. Não prevejo o futuro, mas sei que estou mais perto de lá que de cá.

A vida é de fato surpreendente…

Hoje acordei enjoado, não sei o porque, e foi de cinco da manhã. Resolvi abrir o laptop agora por estar começando a ser tomado por pensamentos ruins.

Por favor meus leitores, a partilha. Não posso deixar esse TOC me dominar. Tenho que combatê-lo e uma das formas é essa.

Chego aqui mais aliviado, porque quando se está produzindo, a mente não embarca em paranóias ou pensamentos destrutivos.

Mais aliviado…

Anúncios

Um comentário

  1. Giba, meu querido,não fique angustiado com a idade chegando. Pense em quantas coisas você superou e no quanto produziu nesses 47 anos; no casamento e, consequentemente, a família feliz que existe na sua, no tanto de amor que a sua mãe Rosa demonstra por você, no tanto de bem querer que acumulou ao longo desse caminho. Consideramos você um vencedor ! Vou fazer 45 anos daqui há uns dias também (mesma data de Natália) e, por coincidência, estava pensando nisso hoje. Quero ficar bem velhinha, sem nenhum botox, com todas as marcas que a vida me deixou no rosto e no corpo. Foi tudo isso que me fez ser quem sou hoje e que me fará ser a Alessandra idosa, avó, bisavó (se Deus quiser). Confesso que gosto muito mais de mim hoje do que aos 20 anos. E tenho certeza que você também se reconhece mais forte, mais inteligente, com um melhor domínio sobre si mesmo do que aos 20 anos. Ouvi outro dia uma verdade: ser velho é muuuuito melhor do que morrer jovem. Que venham mais 47 anos para você aproveitar e produzir mais ainda ! Saúde !

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s