Vida de escritor

O agora pode estar um pouco acelerado, mas falo do agora neste exato minuto.

Foi administrado em mim 300 miligramas de Pregabalina, ansiolítico que me ajuda nestas horas que a minha ansiedade generalizada está nos seus mais elevados picos.

É mais um transtorno associado à Síndrome de Tourette!

Na verdade costumamos entre nós portadores denominar ser um verdadeiro pacote e grego.

Independente de tudo, é que só faltam mais alguns telefonemas pontuais para que eu feche o dia com o balanço hiperpositivo.

Paço da Alfândega pela manhã, livro entregue nos dois jornais de lá, entrevista para um deles com direito a fotos.

Em seguida deixei na portaria do segundo jornal o exemplar, o release foi enviado no domingo, e rumei para o terceiro jornal.

Lá, o repórrter já me esperava em uma sala de reuniões, onde fui entrevistado seguido simultaneamente de um ensaio fotográfico.

Folha de Pernambuco, Diário de Pernambuco e Jornal do Comércio.

Pauta do dia cumprida. E olha que o evento de lançamento de “Gilles” é só no dia 26. Mas é comum os jornalistas já pegarem antecipadamente as informações.

E o efeito da Pregabalina começa a surgir, estou bem mais calmo, afinal foi uma manhã/tarde de labuta.

A brisa chegou.

Rumo aos telefonemas.

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s