Atmosfera em 21 camadas

Andava eu a pensar que… opa, tou falando feito um português?

Não pode ser que eu ainda esteja me comunicando com os sotaques que aprendi em minha estadia em uma cidade luso brasileira em plena Nova Iorque.

Mas é assim, não esquecemos nada nas nossas vidas.

Eu sei que sempre terei uma imagem sacra em minha frente, e eu rogarei por ela, como o fiz quando era adolescente e estava afirmando minha condição Cristã!

Eu quero mais é que tudo se exploda!

Quero ouvir Elvis!

Nem sei mais se ando com esse cristianismo todo na minha vida.

E apesar de tudo tem gente que ousa dizer que o que eu escrevo não tem nada a ver com o contexto de uma padronização de um texto coerente.

E eu pergunto: existe alguma coerência nessa merda?

Não, não existe.

E o outro indaga: é dadaísmo?

Respondo de novo: não!

Na verdade é cogumélico!

Porque para ser cogumélico e conversar cogumelidades, não é preciso de muita criatividade, sabem porque? Porque ela já nasceu comigo! Eu tenho a convicção de dizer o que quero aqui, e agora eu não quero dizer coisa com coisa…

Dadaísmo de novo!

Não!

Já falei, o dadaísmo está ultrapassado. Talvez um pós dadaísmo, para que as cogumelidades fiquem cada vez mais explícitas.

Não gosto de acordar cedo pelo domingo, mas estou aqui tentando demonstrar um novo conceito estético.

Dá para entender isso?

Muitos sim, mas tenho a certeza de que muitos não.

Vamos lá, não quero má vontade em tentar decifrar tudo isso, porque os conceitos estéticos vem e vão na velocidade de um psicodélico cometa.

E assim irei eu divagar novamente pelos corredores e transístores desse universo envolvente. Universo, uma palavra que diz tudo.

Universidade!

Foi lá que eu cheguei com muitos sotaques, foi lá a época da minha experiência com o divino e vívido conceito de que o mundo jamais estará em equilíbrio.

Porque ser cogumélico e conversar cogumelidades não é uma coisa que muitos conseguem fazer.

 

Anúncios

Um comentário

  1. Não estou apto à provar mais nada nesse universso !!!!Fomos manipulados por grupos religiosos,Sei quuê ainda acredito no conceito de haver um propósito para estarmos aqui pois passamos por provas de espiaçoes e fraquezas.Por isso minha crença é como a dos povos indígenas na qual tinham a lei natureza como prioridade pois ela sabe quêo homem quer ser Deus!!!então acredito que haja uma conhecidência única na proporção de existirmos!!!Sou mais um espírito em evoluçāo e tenho certeza que minhas falhas fazem parte desse caminho sinistro que vivemos!!!Só me resta aceitar e me comformar com meus carmas enquanto não inventarem uma maquina do tempo!!!assim seja

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s