Um vasto horizonte para ser consertado

Quero relaxar…

Muito além da conta!

Os últimos dias tem sido muito difíceis. Pelo menos para a minha mente!

É, no post anterior eu estava de bem, havia evangelizado, mas eis que segunda está tudo de ponta à cabeça.

Tudo bem, eu sei que tudo pode ser resolvido.

Mas a minha cabeça superdimensiona tudo!

Eu posso e tenho que ficar relaxado com coisas matematicamente corretas, pois a exatidão da matemática é o que me leva à conclusão de que nada deve ser apavorante.

Mas para mim, eu tenho um display que me deixa refém de mim mesmo.

Sou refém do meu cérebro, sou refém da alegria de ter um dia bacana. 

Totalmente, o dia inteiro.

Eu vivo de picos de altos e baixos…

Mas a matemática tem que funcionar.

São operações bancárias. 

Olha, vou confessar, sou vitimado pelos bancos. Eles me deixam tão nervoso, que eu na frente de um caixa eletrônico fico com as pernas trêmulas.

Mas estou aprendendo tudo no computador, porém aparecem situações que eu fico à deriva por não compreender realmente de nada.

Quem cuida do financeiro é minha mulher!

Eu quero aprender e muito a viver, mas a ST atrapalha pra caramba.

Se ir ao banco fosse escrever um texto de literatura, as coisas seriam mais fáceis.

Mas eu sigo, não tenho medo de certas coisas porque elas tem a matemática, e com ela não há abstrações.

Minhas limitações com a Tourette me deixam muito preocupado.

Eu preciso aprender a viver porra!

Pronto, disse!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s