Aurora Boreal

Tou afim de falar de doideira mesmo!

Quem quiser me acompanhar, venha…

Escutando Demis Roussos na sua emblemática música: Forever And Ever!

É demais isso!

Me deu vontade de escolher essa foto psico/ativa/délica. Porque a brisa está logo ali, não estão enxergando?

Eu estou enxergando perfeitamente!

Portanto as transformações e mutações cerebrais a que sou acometido no momento, só me faz pensar no meu sonho que tive hoje: sentado, no gelo, assistindo a Aurora Boreal…

Talvez por isso tenha acordado do sonho, e entendido que estava na realidade. Esse mundo é cruel e apavorante.

E daí acordei péssimo!

Mas já falei, a brisa está logo aí, ao nosso alcance.

Digo uma centena de vezes, e reafirmo, que a luminosidade das nossas idéias, fluem como situações cogumélicas.

Sim, já afirmei aqui em um post antigo, que na minha juventude havia tomado chá de cogumelo.

Não é o caso de agora, evidentemente.

Mas tem a variação do cogumélico que é cogumelidades. É como se disséssemos: sou um cara cogumélico e adoro conversar cogumelidades!

EU ESTOU ESTABELECENDO UM NOVO VOCABULÁRIO, COM ADJETIVAÇÕES E TUDO!

É tão simples?

E esse sou eu.

E essa é a minha essência pura!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s