Loucura!

Sabe, neste novo formato do do meu blog, que migrou do Blogspot para o WordPress, e arrastou todos os meus textos que escrevo a mais de cinco anos, comprei o domínio .com, e fiz uma reformulação geral na estética do blog, e isso deixou ele desativado um ano.

Mas retornei com essa nova linguagem, a praticamente coisa de oito meses. Portanto sei apenas fazer o básico para deixar os meus textos os mais complexos possíveis, e a estética perfeita.

Mas do nada, lá atrás, quando comecei a escrever com esse formato que vocês estão vendo agora, começaram a surgir do nada seguidores, e não me pergunte como eles me encontraram. Portanto uma pessoa quando começa a seguir um blog, neste moderno sistema de linguagem, recebe via e-mail tudo o que eu posto.

Exatamente tudo.

E daí sempre leio as coisas deles, observa os seus perfis, e vou dando sequência ao meu trabalho que também é terapia, todos sabem.

Puts, já contabilizo hoje mais de 50 seguidores, e entendam que isso é uma responsabilidade muito grande para mim. Pois em diversos seguimentos espalhados nesse universo mágico virtual, olhe o que ele nos proporciona?

Agora tenho que escrever com responsabilidade e dedicação máxima aos meus leitores que me seguem, e aos outros que eu oferto postando nas redes sociais e grupos específicos.

Eu tenho uma responsabilidade imensa gente?

Queria que vocês de fato me entendessem.

Pois não é apenas uma responsabilidade em relação ao que eu escrevo para vocês, mas fundamentalmente, escrever sempre em alto nível.

O máximo da minha potencialidade criativa.

Portanto eu vou ler o título que já sabia que havia colocado, antes de começar este post, que era o mote que eu queria falar naquele momento, e de repente, faço uma adequação massa em relação ao que já foi dito aqui.

Loucura!

Era este o título.

E esteticamente uma imagem psicodélica muito bela.

Portanto não vou alterar em nada isso!

Na verdade o que eu acabei de relatar, é uma completa e absoluta loucura se pensarmos nesse universo de mentes que abstraem o conteúdo que eu estou prazerosamente ofertando?

Porque isso serve para nos equilibrar?

Por que na verdade todos somo completamente LOUCOS?

É isso que eu poderia apresentar de analogia ao que eu havia introduzido, no começo pensava só em fazer uma entrada de dois parágrafos, e depois virou um mote, por que não dizer: informativo, da minha forma de trabalhar.

E quando eu penso que no momento em que eu tocar na fatídica tecla PUBLICAR, foi…

E chega no email de vocês galera?

Isso realmente para mim é muito louco?

Como fantástica e complexa é essa virtualidade.

Vejam a qualidade de serviços online que ela nos oferta?

E isso para mim é loucura total.

Pois sou de uma época onde a virtualidade apareceu no meio da Universidade, e eu vi a revolução acontecer lá dentro, e fui acompanhando os seus avanços, passo a passo, pois a cada momento uma nova modalidade de aplicativo de utilização em relação às redes sociais, e foram acontecendo váriass delas.

Eu cheguei até aqui, coo todos sabem, tenho agora, nesta data em que estou escrevendo que deve estar em algum lugar aí para vocês visualizarem. pois para mim eu vejo uma tela completamente diferente. Gente isso não é uma loucura completa, total, e absoluta?

Eu preciso dissertar mais.

Pronto!

EU ASSOCIEI A VIRTUALIDADE À LOUCURA!

E foi isso mesmo o que eu fiz agora.

Entenderam porque a necessidade plural de produzir em alto nível tem que ser uma coisa muito bem pensada.

Estão aí.

No cérebro de vocês que leram.

O que me motiva ainda mais…

Pois como todos já sabem: escrevo primeiro para mim!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s