Tecnologia a serviço da MILITÂNCIA!

Primeira atividade literária do dia.

Olha que coisa incomum?

Já vai dar cinco da tarde e eu nem sei a que horas o post estará perfeito para eu publlicar.

Bem, preciso publicá-lo antes das seis, pois quero escutar o noticiário esportivo.

Dará tempo, facilmente…

A pasta é música clássica, estou verdadeiramente em processo de relaxamento puro e absoluto, pois esse três últimos dias, a minha vida virou de ponta à cabeça.

Isso por tantas coisas, mas acreditem, a mais complicada, uma burocrática, desgastante mas já concluída, transição de aparelho de celular.

O que não fazemos para aprimorar a nossa tecnologia?

Para poder trabalhar?

Para poder MILITAR!

Pronto, falei nesta palavra e vocês já sabem, e eu acabei de descobrir agora, que quero falar sobre Tourette, minha causa, meu propósito de vida!

Porque até a tecnologia nova que eu estou tendo para trabalhar, irá facilitar e muito na MILITÂNCIA. Porque além de milhões de anexos importantes dela, como fotografias aos milhões de pessoas segurando algum livro meu que fala do tema, famílias comprando essa briga contra o PRECONCEITO.

Liberando suas imagens para domínio público, o que eu acho fantástico, pois é uma causa nobre e edificante.

Portanto tinha material importante!

Making of completo de duas palestras que dei.

E eu preciso, uma vez que liberadas para domínio público, utilizar esses anexos no meu processo de MILITÂNCIA, pois todos sabem que eu as coloco e alimento na minha página: TOURETTE: POR GIBA CARVALHEIRA.

E como se trata de uma doença rara, já tem mais de 500 curtidas, e é nisso que eu sinto um prazer imenso.

Pois além de portadores e familiares, também lá estão pessoas que buscam informações, alunos e profissionais formados em Psicologia, Psiquiatria e Neurologismo.

Pessoas que buscam informações das milhões de doenças assessorias da síndrome, que por algum motivo chegam lá, e lá acabam ficando e comprando a nossa briga, se tornando soldados na nossa luta!

E resolvi puxar essa militância para mim, pois sei que sozinho faço melhor.

E tenho no currículo o histórico de ter participado por mais de seis anos de grupos de apoio.

Portanto assim o fiz, e esse é o meu formato de MILITAR!

Bem pessoal, vou arrumar esse texto, já passou das cinco horas, e quero deixá-lo perfeito para poder publicar.

Um ótico começo de noite à todos vocês, nobres leitores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s