Profissionalizado, saudoso e sereno…

Saudades…

Ontem de fato não tive tempo de postar nada.

E isso é uma coisa rara, diga-se, raríssima.

Mas é que estou envolvido em coisas tão complexas e de tanta responsabilidade, que não tive, verdadeiramente, tempo nem cabeça de escrever nada.

Isso não quer dizer que hoje seja diferente. Tenho milhões de coisas a fazer.

Mas finalmente tive. neste exato momento, o meu tempinho sagrado para descontrair a minha mente.

Para escrever, interagir, me comunicar, me expressar.

É dessa forma que consigo um apoio fenomenal para tocar a vida.

Bem, a pasta musical ofertada para mim no meu pacote de TV à cabo ainda toca NEW ROCK!

Falei que estava dissecando ela agora. Ontem, antes de dormir, já exausto, me induzindo ao sono, tocou um especial de Radiohead, fantástico!

Para eu dormir de fato é um processo complicado. Fico na sala, ouvindo música, exausto, e aí, no momento certo, deito na cama e consigo abrir os olhos imediatamente, vislumbrando o dia seguinte.

Bem, na verdade eu vou até o meu limite no que eu acredito. Portanto é que finalmente me profissionalizei. E na área cultural.

Sim, sou escritor.

Mas escrever um livro para mim, é só quando dá vontade, e vou lá, e passo noites acordadas, às vezes teclando ininterruptamente por mais de quinze horas por dia, até chegar no meu limite.

E quando vou escrever um livro, eu já coloco o título definitivo antes mesmo de começar.

É assim que funciona comigo. 

E também sou já conhecido pela imprensa pernambucana como o escritor que escreve os seus livros de forma dinâmica, em poucos dias.

Mas isso não vem ao caso onde quero chegar, é apenas para dizer, que estou trabalhando hoje com seis títulos, possuo exemplares de todos, e estou envolvido em outros projetos.

E são coisas complexas sabe…

O que eu já reconheci firma e autentiquei em cartório até agora, somada aos outros que já foram feitos, como contratos com editoras. Olha, agora estou vendo de perto, que para se profissionalizar, a coisa tem que ser organizada, com lisura, sempre, mas sempre na serenidade.

Pois sem serenidade não se chega a lugar nenhum.

Bem, estou na luta gente, e quando eu me vi, envolvido nas coisas que tive que fazer ontem, olha, eu até tive um tempo de um “hiato” que sobrou para mandar um post, mas realmente eu estava combalido mentalmente, realmente não tive condições.

Portanto escrever para mim é terapia como todos sabem.

Escrever para mim é um exercício prazeroso.

Então realmente este post que estou soltando agora é exatamente, antes de tudo, o início oficial de tudo que ainda tenho que fazer hoje.

 E quero começar esse dia com um post elegante. 

Bem, acabei de observar que nessa brincadeira já escrevi vários parágrafos, portanto está aí, se todos já sabem que aqui o personagem sou eu, isso sem esquecer de dizer que também abro espaço no meu blog para divulgação artística, essa sempre foi a minha política de pensamento, e vou iniciar um novo processo que será o de escrever resenhas literárias.

Hoje, por exemplo, aguardo dois livros chegarem na minha residência.

Ainda terei que ler com calma, absorver o conteúdo, e soltar a minha resenha, toda organizada, desde o meu raciocínio sobre o que li e vou digitar, à fotografias artísticas, dos autores e dos livros, para deixar a coisa realmente elegante.

É uma nova vertente que quero diversificar, porque se nessa vida, eu estou aqui produzindoe friso sempre isso, pois alguns podem achar chato, mas é preciso frisar sempre: como portador do transtorno neuropsiquiátrico que é a minha doença que me acompanha desde a infância, a síndrome de Tourette.

Isso é preciso ser entendido, porque de fato o portador desenvolve alguns transtornos assessórios, e situações até normais para outras pessoas, pode me atacar, e eu ter que combater forte, para não congelar o meu cérebro e ficar estático, sem conseguir produzir.

É necessário sempre frisar isso.

EU SEMPRE TENHO QUE DIFUNDIR, A PALAVRA É ESSA, É A MINHA MISSÃO… VOLUNTÁRIA!

Já dei duas palestras sobre o tema, uma delas foi documentada em vídeo e editada em ilha de edição de imagens.

É a minha MILITÂNCIA, que é voluntária (friso mais uma vez), pois acredito ser essa a minha missão em vida.

Não é à toa que dois dos meus seis títulos falam sobre a doença.

É isso pessoal, o dia vai até lá para bem tarde…

Quem sabe possa haver algum hiato, e eu mandar outro post?

Hoje acordei bem, do jeito que gosto, para produzir e fazer com o máximo de responsabilidade e atenção à tudo!

Assim Seja!

Serenidade, sempre…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s