Sinfonia No 9

Sempre se tem um motivo de adicionar um post.

Na verdade esse foi o hiato em que acabara de tomar umas decisões pessoais, muito, mas muito pontuais.

E nesse hiato resolvi abrir o laptop.

Na pasta: Clássica. Beethoven, Sinfonia No 9, pela Orquestra Suíça Romande.

Eu nunca acabo de ouvir essa sinfonia inteira? Sempre ela está tocando e sempre uma coisa diferente? Não a consegui decorar, e olha que eu tenho ouvido de músico.

Pois bem, então eu resolvi escrever um post neste hiato, amanhã é sexta, de pernas para o ar de novo.

O que havia de ser feito foi.

Esperar, as coisas estão ótimas, tudo o que tirou tanto o meu juízo do lugar, mas agora sim, caminha para o seu final exuberante!

E por tantas amenidades, abrir pelo motivo de querer me distrair. Porque escrever me distrai, muito mais do que a suprema intelectualidade possa absorver e supor imaginar.

Portanto escutando a mesma música ainda, na verdade: Sinfonia.

Olha, chegou uma parte calma agora, na brisa, na serenidade…

Ele morreu ingratamente com a sua surdez, mas que coisa linda ele nos ofertou…

E agora vou me despedindo, pois quero fechar um pouco os olhos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s