O anjo com asas coloridas se foi…

Os anjos…

Um dia eu disse para uma garota ao qual tinha me apaixonado, que sonhei que ela era um anjo com asas coloridas.

E sonhei mesmo!

Mas este anjo aí não tem asas coloridas.

Está em preto e branco, e com um semblante de olhar preocupado, no meu entender.

Daí você me pergunta: quem não deve não teme.

Porém muita coisa pode acontecer agora, e eu que sei o tanto que não devo: e agora temo!

E temo mesmo!

Temos pelos meus direito de me expressar, pelas minhas convicções já abandonadas, por saber que se não as abandonasse, teria sanções que nem posso presumir.

Fui a nocaute!

Acabei de escutar de um amigo médico que eu estava precisando me tratar.

Mas com que dinheiro, afinal?

Ser entregue nas mãos do CAPS?

Aí falo: que Deus me proteja!

E daí em diante, deixo o anjo, que minha mãe sempre me disse: “você tem um anjo forte, meu filho.”.

Mas eu sei demais que nessas horas é que o metafísico nunca vai me ajudar.

Sei bem agora qual é o real que me amedronta. Por ser um cidadão do bem, me sentir livre, e de repente perceber que minha liberdade foi roubada.

Talvez até nem nesse blog mais escreva.

Estou decidindo ainda.

Mas deu a vontade, sem música desta vez, de digitar algumas curtas linhas, só no silêncio, lambendo as minhas feridas…

Acredito demais em um mundo democrático!

E um mundo democrático para mim significa: SER LIVRE!

E liberdade para mim é: poder aqui, exercer o meu direito de me expressar, sem que haja nenhuma censura.

Vamos ver, estou acompanhando tudo de perto, e reafirmo: que Deus me proteja!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s