A falsidade deste sorriso

Olha que carinha bonitinha nesta arte gráfica?

Sim, um dentinho bonitinho, poderia dizer até que “fofinho.”.

Ele mesmo, sorrindo para mim.

Santo Dime?

Sabe, esse sorrisinho dele é tão falso, que às vezes pode deixar uma pessoa maluca. Pois quando ele mostra as suas garras afiadas, dói! E dói muito mesmo.

Ok, hoje mesmo irei metralhar esta dor, porque é necessário, porque acho os dentes muito safados sabe?

E para nos livramos desta dor, temos que pagar um preço alto.

Mas ok, está resolvida a situação, e é para logo mais, na verdade estou escrevendo para relaxar e chegar a minha hora de rumar ao seu destino.

E o seu destino é justamente destruir ele, entenderam?

Vou fazer uma sacanagem com ele agora, porque ele está me sacaneando.

Me desculpem pelas palavras cruéis e nada legais de serem utilizadas, mais qual termo mais adequado poderia usar?

Primeiro aquele sinal inicial, uma dorzinha muito chata mesmo. Depois desaparece. E depois volta mais forte. E desaparece de novo. Daí já vou recorrer aos analgésicos que não farei propaganda de fármacos, mas todos sabem o nome dele, não é?

E alivia, até chegar uma hora que a coisa fica insuportável!

Por isso digo: esse sorriso é falso mesmo.

Sem problemas, hoje metralho ele. E acabo com esse sorriso “bonitinho”, vê que palavra elegante que agora utilizei?

Pois ele é meu inimigo mortal! Vários canais, vários implantes, pois de fato isso é um problema crônico que algumas pessoas tem, por não possuir na genética, o que outros fortuitos possuem, que nem uma cárie sequer possuem.

Mas eu não fui ofertado com esse privilégio, mas ele também não me vence, e olha que faço minha higiene bucal diariamente e várias vezes por dia.

E pessoas que não sabem o que é isso sempre me falam:  “cuide dos seus dentes.”.

Ignorantes!

Não compreendem que eu cuido muito bem, mas como falei, não tive o privilégio de ter nascido com cálcio suficiente para que eles ficassem resistentes.

Genética!

O que fazer?

Pronto, problema resolvido, tou indo matar ele agora. Esse sorriso falso e ingênuo, que na verdade é mascarado, pelo menos para mim, não me vencerá!

Portanto olha, acabei de olhar no relógio, está perto de eu partir para resolver mais essa variável que apareceu do nada.

Portanto é isso, um texto descontraído mesmo, para passar o tempo, pois tenho horário de encaixe, e não posso me atrasar. Mas ainda tenho um tempinho para este horário chegar. Por isso a iniciativa de digitar estas linhas, como terapia, como forma de passar o tempo, como forma de registro, pois acredito que não sou a única vítima dele.

E daí agora é só ajustar os detalhes para publicar.

E assim o horário chegará, e simplesmente o clímax!

Resolverei este problema, de forma elegante, mas visceral. Pois este sorriso nunca me enganou, e ele é  falso mesmo, e tenho dito!

Partiu dentista!

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s