A frequência sonora nos ditames da vida

É nela que estou, depois de ver o dia clarear, passear com meu filho, o Bruce, uma cochilada de duas horas, e depois fui aos correios, enviar alguns livros, nove da manhã. Ao voltar, cochilei mais três horas, e estou aqui totalmente revitalizado.

Sim, os seres humanos dão valores a datas, muitas delas para mim já perderam o significado, mas de fato hoje, nessa Aldeia Global da virtualidade, as informações são completamente imediatas.

Na hora em que eu estava conversando com meu amigo da República Tcheca, liga o meu irmão daqui do Recife.

E daí o “microcomputador” carregando, e quando você pega ele, milhões de notificações aparecendo.

Sim, 00:00h, deixei um pronunciamento em vídeo nas rede sociais, dando uma realidade do que significava ter chegado aos 48 anos, e que saberia que hoje seria um dia de grandes felicitações.

Na gravação, já agradeci antecipadamente.

E ao som de Rock Clássico, com antidepressivos naturais, vejo o quanto muitos tem carinho por mim, de verdade. E isso de fato faz bem à pessoa.

Eu acho uma vitória ter completado 48 anos de idade, pois a vida que tive foi muito PUNK! E curti muito mesmo, em todos os aspectos, ao ponto de fazer do meu Pâncreas uma passa murcha, e três desequilíbrios mentais, que quase me levou ao caos.

Um sobrevivente?

Sim, um sobrevivente!

Um cara carismático?

Bem, acho que sim…

Quero fazer o meu dever de casa, ou seja, permanecer sempre na brisa, essência mágica e libertária, pautada agora em rígido esquema de controle.

Mas nunca me submeti a uma Hemodiálise, conheço quem a fez, e sempre soube da dor dos que se submeteram a ela, ma por um fio de esperança, o Pâncreas deu o alerta na segunda e drástica Pancreatite, e dito pelo Médico, se não fosse seu Pâncreas, você com 15 dias estaria em uma UTI, e começaria a sua dolorosa Hemodiálise.

Posso comemorar sim, sou livre, não vou para onde não quero, vou para onde eu quero, e não vou a nenhum lugar também quando quero.

Como hoje, só aqui, no velho e bom Rock Clássico, esperando meu maior presente, meu tesouro, entrar pela porta do nosso lar.

Sim, sou um privilegiado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s