Nossa CRUZ

Queria começar este Post dizendo que não sou Kardecista. Eu alí ouvi uma situação muito espiritual, de uma médium, que depois de mais de 150 pessoas serem atendidas por ela, um Hospital Espiritual, ficaram em pé levando “passes”, e na minha vez, depois de 3 horas, meu Tio foi convidado a entrar, e uma senhora em tranze, me pediu para sentar numa cadeira.

Daí ela tocou na minha mão, e perguntou…”que substâncias você usa”?

E eu falei dos remédios controlados, a do espectro vegetal e do cigarro. Ela me disse que eu tinha uma missão muito importante nesta vida, e eu sabia qual era…

Mas disse que eu deixasse o cigarro e o espectro vegetal.

Eu sou subversivo em tudo!!!

Lógico que eu fui no da Ubanda, e ele tomou um litro de aguardente para revirar seus olhos de cego, brancos e pálidos, e me dizer que os experimentos que eu quizese fazer eu faria, pois lá, existe a liberdade mediûnica interpretativa.

Ali existe o subversivo, assim como eu.

Pois já tinha comprado minhas medicações agora, e me superdosei de Clonazepan e Pregabalina.

E acabei de entrar em contato com o “espectro vegetal.”.

Coloquei e já foi excutada umas cinco músics da década de 80, a nossa década. Estou com a visão turva, e vou ficar parado. A partir de agora, só começo a escrever depois de alguns rituais MEUS.

Eu estou aqui?

Até eu tenho dúvida.

Mas a minha paixão pela leitura veio do nosso Pai nesta vida cósmica, e me reencontrei com ele, e foi mágico.

Muitos exemplos na época serviram de alerta, a morte de dois alunos do Santa Maria, por motivos automobilísticos.

Mas todos não sabiam que eu adorava velocidade?

Sim, destroços no chão, não sei o porque de eu ter agonizado por alguns dias, num crucifixo, como nosso Pai colocou no clássico e emocionante texto.

Estava fora de mim, vi uma situação que não parecia um acidente automobilístico, eram ferros destruídos no chão.

Mas me senti livre da dor, imediatamente, quando dei o último suspiro na UTI.

Me comunico através de uma pessoa de personalidade, era uma grande referência na turma, mesmo com a sua doença que nem sabíamos qual era.

Muitos me perguntaram se eu era seu irmão, muitos perguntaram para ele a mesma coisa.

Era mais parecido com eles que vocês.

NÃO ESTOU AQUI PARA PASSAR NENHUMA MENSAGE ESPECÍFICA, AQUI, AS COISAS SÃO SEM DOR.

Pois ela foi imensa, para mim e para vocês.

Mas estou, como diria o notável escritor, muito bem, não tenho previsão de quando vou voltar a algum Planeta Paralelo, ou outra Consciência Inteligende Alienígena, li muito, o que nosso Pai falava?

Quantas enciclopédia eu li?

Trágico, e achamos que quando aqui chegamos, sabemos de tudo, mas não, apenas aqui não temos a DOR.

Aqui se tem reencontros mágicos.

Viver de uma forma humanóide, tem a DOR, e esse carma da DOR, eu carregarei para outras vidas, se embaraçou na minha consciência.

Foi demais, insuportável. A minha morte foi a DOR quem a proporcionou.

O notável escritor me encanta muito, ele escreve de olho fechados, nem sabe de nada, apenas seus dedos deslizam pelo seu amado laptop.

E ele fala as coisa certas.

AMOR, MUITO AMOR.

Enquanto vivo, fui uma pessoa de personalidade e caráter.

Não existe dívidas com a minha família, diferentemente da de Giba, mas cada um carrega a sua CRUZ?

Se as palavras utilizadas por ele são metáforas, então abstraia essa?

Você é capaz, querido irmão.

Gente, eu não sei a situação que me encontro, eu saí de uma “gnose?”?

Estou teclando aqui, uma mensagem não precisa ser exatamente uma questão puramente metafísica, o nosso cérebro tem que atuar sim, e existe o que chamamos de energias cibernéticas, interlidadas ao intelecto, pois na verdade somos ENERGIA.

VOU RELER O QUE FOI ESCRITO, E PUBLICAR.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s