Mutuamente a dois

Estava conversando com um grande amigo do Rio, e desde que desliguei até agora, é que me dei conta de que a música estava no modo mudo.

Acabei de colocar som. Anos 70. Kate Bush e sua antológica: Wuthering Heights.

Um dia chorei por uma mulher escutando esta música. Mas era na versão do ANGRA, a famosa banda de Metal do Kiko Loureiro.

Tenho concretos a destruir, plataformas muito duras a subir, a audácia que me faz existir.

Nunca vou parar de tentar, mesmo sabendo o que me dá prazer, o que tenho que fazer, como, e quantas vezes eu quebro a cara.

Mas tentamos, oras.

Pensando muito, refletindo à música emendada do Lô Borges. Vivi ele, vi ele, mas vou dizer com meu criério auditivo de 48 anos de idade, e não do adolescente que lhe curtiu: ÁGUA!

Minha opinião apenas, e isso é democrático para cada um.

A interpretação aqui neste Blog é livre e democrática.

E ainda vivemos em uma?

Sim, talvez sim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s