Livre do amor

Eu tive um sonho.

Sonhei com a silhueta mais pazerosa sexualmente possível.

E vestida, claro, o nú não me dá tesão, me dá tesão as nuances ao se tirar lentamente as roupas.

Por isso, essa silhueta para mim é mais erórica que o sexto sentido de quem queria estar nesta quarto, neste exato momento.

Coisas que eu sei…

Mas a verdade é que primo por muita literatura virtual, depois de passar dois dias longe do laptop.

E a música nova toca, e vamos no embalo dela, por ela trazer brisa, por ela acalentar o nosso tesão.

A ereção, é um exercício mental, e só qem sabe são os homens.

Diria mais: a ereção é uma arte.

E como todo bom artista, quando sabe fazer, faz com elegância…

Achei este o post mais erótico que escrevi na vida.

Pois bem, vamos ao título!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s