Cogumelizando

O que dizer…o que falar…qual mote vou buscar para “dissecar”…porra, o que eu estou fazendo aqui, na frente deste laptop?

Nada.

E do nada brota a fé que de fato todos os elementos pertinentes a um espectro psicodélico e surreal, pois no mundo surreal, somado ao psicodélico, podemos abstrair o abstrato.

Não estou falando de cores.

Estou sentindo cores!!!

E isso dá a dinâmica interpretativa de todas as situações que por ventura nós passemos em nossas vidas.

Sou uma pessoa que anda pensando muito em situações finais, em que se possam todos os amores da vida do colorido, fazer com que tudo se misture mesmo.

E nesta mistura, vem a reação do ser.

Estou retroativo…dá para entender?

Hoje é um sábado de Semana Santa, Santíssima Trindade, eu sou liberto dos males do mundo, apenas sou o “colorido natural.”.

E daí vamos cogumelizando o ambiente dos sinais que aparecem em nossas retinas, cravados nas suas garras visuais, oculares.

Podem colocar colírio em seus olhos, eles estão vermelhos, deve ser uma poeira que por ventura o vento a jogou neles.

Vá lavar também seus olhos.

Ok.

Colírio colocado, queria acabar este “experimento” literário, dizendo que estou escutando The Beatles, e eles são vida…

EU SOU VIDA!

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s