A fada

Deveríamos fazer um inventário, o moral, todos nós.

Eu já fiz o meu duas vezes, em dois momentos diferentes da minha vida.

A criança que existe em mim, me torna uma pessoa inconsequente, me torna mais do que isso, um predador de mim mesmo.

Mas vamos lá, estou aqui sobrevivendo de migalhas, que um dia nem mais as teremos.

O plural é importante, por conta da pluralidade do assunto, a consequência dos fatos, a razão do momento.

Indo de encontro a um imenso tremor de terra, onde ninguém suportará mais a verdade absoluta que é a VIDA.

Difícil ela, dura ela, muito rápida, muito fugaz.

Eu vou adoecer ou já estou doente?

Doentes estamos todos nós.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s