Déjà Vu

As retinas da Semiótica são óbvias até para quem é cego. Signos sempre foi a minha especialidade.

Capto gestos, olhares, emoções, humor, energias, e ainda coloco uma forte moldura nesta bela peça de arte.

O silêncio paira absoluto aqui, mas eu não estou só.

A parábola da hipocrisia tem até atos cômicos e imbecis.

Somos todos agentes da própria essência, e isso sempre foi uma coisa que me incomodou.

Somos todos andarilhos, vamos lá, o remo está aí, reme e saia do lugar.

Sabe, é exatamente isso que vou fazer.

AGORA!

Restabelecido e ouvindo música, a minha brisa solitária não tem preço.

Sou feliz assim.

E que o belo espectro ilumine as nossas cabeças e vidas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s