O luar dos distantes

noctívago?

Sabe, ando pensando no porque das pessoas terem que seguir uma rotina.

Não podemos nunca deixar o raciocínio desgarrar da mente.

A minha rotina é essa mesma, a de sempre estar me atualizando nas divagações noctívagas, elas são o espelho da minha alma.

É justamente o reflexo negro de lágrimas vermelhas de um rosto pálido…são muitas cores, poderia dizer.

Não sou um poeta, apenas músico e compositor, letrista evidentemente.

Talvez as letras de minhas músicas um dia vire um livro de poesias, quem sabe?

Livros, se eu estou digitando na virtualidade de um Blog, sabedor que o conteúdo vai para o papel, seria mais confortável dizer que o que quero mesmo é vigor intelectual.

Não são muitos objetivos que almejo com as escritas noctívagas, mas sempre que posso, ando meio que à espera de que algo aconteça.

Enquanto isso, o trabalho aqui é crônica pura.

Sou perfeccionista, os erros gramaticais são normais, isso vai passar por um revisor (a), evidentemente, tenho que engatar uma quinta para não perder esse mote.

Portanto saúde e paz de espírito, na solidão agradável, Bach na trilha, e muita endorfina cerebral.

Ando meio disperso…

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s