A parábola do músico

Era uma vez um cara que acreditava demais na sua música. Na verdade este rapaz acreditava na vida, tinha sonhos e planos, mas o fizeram acreditar que a sua música estava ultrapassada.

Porém as bases dele eram tão complexas que foi preciso filmar ele dedilhando para que pudesse ser pegas e contribuísse para um arranjado excecepcional, que foi produzido por este maravilhoso arranjador.

No ponto de vista de deste músico desacreditado, ele sempre soube que este arranjador era uma farsa.

Dois anos se passaram e ele finalmente foi lá colocar a voz, as músicas eram lindas, mas esta pessoa o fez acreditar que as suas músicas estavam ultrapassadas.

Mas compositor bom é aquele que sabe do seu talento.

Nunca se convenceu, e começou a achar que o queriam desacreditar.

E começou a observar, óbvio, a Semiótica estava nas suas retinas e incorporadas no seu cérebro.

Vocês sabem o que é Semiótica?

É a linguagem dos signos, pois óbvio que o corpo fala.

Agora este músico e compositor, que desaprendeu a tocar todas as suas músicas, vai começar a reaprender, pois suas bases são tão complexas, suas letras tão profundas, que ele sabe que é uma questão de treinamento.

E este músico e compositor agora vai pegar todas essas bases antes da meia noite, pois vendeu todos os seus instrumentos e ficou com um volão, óbvio.

Este compositor da parábola, tem uma estória musical muito rica, e seu talento é inigualável.

Dúvidas?

Vou pegar no instrumento agora.

A música se chama ESCATON!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s