Cabanas italianas

Devamos fazer vários inventários morais em cima de nossas vidas, eu já fiz o meu, e acho que já fiz mais de uma vez.

Portanto queria deixar claro que cheguei à conclusão de que sou grato e que sou eternamente grato ao Poder Superior ter me dado a abstinência alcoólica.

E esse inventário moral encontrei lá.

Numa sala onde existe pessoas de todas as classes sociais, com um único propósito: o de parar de beber.

Aprendi que sou uma pessoa muito generosa.

Muito mesmo.

A sensibilidade de eu ter dentro de mim um eterno poder de paixão ao próximo, me faz crer que tenho a convicção de que a essência da matéria humana, está nos seus poderes de superação.

Me supero diariamente, sou um eterno superador de obstáculos, desde que abri os olhos para o mundo.

E quando abri os olhos, vi claramente o quanto eu sou a virtude absoluta, eu sou a virtude da minha essência pura.

Sensível, amante, sedutor, educado, generoso.

E isso me faz saber exatamente que sou o cara mais diferente deste planeta.

Sou a metáfora máxima de um homem comum.

A expressão da liberdade e a adversidade do poder criativo.

Eu sou assim, eu sou muito mais do que possam supor…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s