O ciclo da mente S.T.

Adiantando pormenores em relação ao meu reconhecimento em introspecção pura e absoluta, eu volto ao estado ciclotímico.

Por quantas mais vezes eu estarei perdido refletindo sobre os transtornos neuropsiquiátricos que atormentam tanto a minha cabeça?

Na verdade chegam a ser duas: a do estado eufórico, e a do estado melancólico.

Vivo com a sabedoria de que preciso de mais para poder viver, ou sobreviver, o que poderia mais dizer?

Sou um amante das coisas raras, um indecifrável coração infantil, sou uma pessoa que vive completamente isoslada do mundo.

Mas sinto a imensidão de uma dor física, emotiva, poderia dizer.

Eu sempre amei desesperadamente, um tipo de amor que poderia dar certo mas nunca deu. Invarialvelmente, com uma força titânica, consegui um porto seguro.

Mas ele aconteceu quando eu estava desacreditado.

Desacreditado por mim mesmo.

Esta é uma bela reflexão que gostaria que os portadores de Tourette observassem.

Refletissem.

Raciocinassem.

Nós podemos conseguir conquistar os nossos sonhos…acreditem!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s