Plug-off?

Admiro muito as pessoas altruísta, mas abomino a soberba. E esse é um defeito de caráter que jamais pode ser retirado dos que a possui.

Mas os defeitos de caráter estão aí, espalhados pelos quatro cantos do mundo.

Do meu lado, apenas plugo o meu cabo de extensão, e digito, digito para o agora, a atualidade…digito para a posteridade também, evidentemente.

Elevation.

Todos deveriam ser elevados ao contrário do que observo…observo tantas coisas ruins dentro de mim, que não posso imaginar a dos que não admiro.

E daí as coisas começam a se encaixar, e você liga o botão vermelho, acendo todos os plugs, e coloca a mente para funcionar.

Na virtualidade há tempo para tudo mesmo?

O meu tempo é o atual, mas na virtualidade o tempo é dela, seja instantânea, seja uma resposta em três dias de um clipe de voz que já ficou azul, já falado em um Post anterior.

Elevo a minha mente, e aguardo a noite chuvosa chegar, saborear o frio nordestino…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s