A garrafa de vinho

Tempestade na maré mansa…suavidade no teclar…clareza no olhar.

A vida de selva de pedra ensina muita coisa a cada pessoa. Particularmente tenho aprendido bastante com ela.

Das falsas fotografias em redes sociais, ou da não fotografia (melhor assim) em redes sociais.

Na solidão de uma insólita tarde de quinta feira, tão insólito quanto o ser que habita nesta ilha, vou comungando da profecia divina, daquela que não é o padre que dá o Corpo de Cristo.

Mas do seu sangue, basta ir em um supermercado barato, e comprar qualquer vinho de terceira qualidade, e beber com vontade, daí se sacia a sede do seu sangue.

Jesus um alcoólatra?

Não, eu, já quebrei o meu anonimato há anos.

Portanto me resta orações com a sabedoria de que do sangue de Cristo não posso mais saborear, seu néctar abençoado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s