A sobrevivência do “eu”

Vamos ser razoáveis, a saída do Astro Rei para a chegada da noite, é uma celebração máxima ao mundo.

Imediatamente após esse acontecimento, vamos penetrar na mais complexa e máxima abundância celestial.

Intimamente, sou noctívago e gosto da vedadeira essência do ser vivo, da essência humana, pura, mágica e bela.

Indo em demasiada relevância às mais profundas crateras da mente do ser, vivo eternamente no conflito interior.

Por isso o ser introspectivo que habita em mim, estimula tanto o instinto de sobrevivência, dentro de uma atmosfera lúdica.

E assim, sobreviventes calam no silêncio da madrugada, e ressurgem um dia de cada vez, para novos e maravilhosos despertares.

Vamos viver intensamente.

Intenso.

Intensivo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s