Um mundo Submundo

Um dia o Brasil foi invadido.

Invadido por livros de história que já preparam os adolescentes para saber que a Amazônia é território neutro.

Quão absurdo saber através de um colega americano que me contou já faz um tempinho. Mas tenho certeza de que muitas pessoas sabem.

Teve um cara que bateu continência para a bandeira americana, e esse cara era um estadista mundial, com letra minúscula mesmo.

Seria ele do Haiti?

Certamente o Presidente do Haiti não teria essa vergonhosa atitude, por uma coisa que move os corações humanos: o orgulho.

O orgulho de ser um Estadista de uma Pátrria, e reprersentar o seu povo.

O Brasil foi vendido?

Eu sou brasileiro, quase que eu me esqueço.

Deixa pra lá, a Amazônia nunca esteve tão “em chamas” como agora?

“Toma um Porta Avião, um não, vários, uma porrada de caças de ponta, e pilotos para treinarem os membros da Aeronáutica Brasileira.”.

Eu, bem, eu acho uma troca justa, pois queria mesmo era fazer guerra, como no videogame, intervir num cara “maduro” aqui: “EU MANDO NA AMÉRICA DO SUL.”.

Mas que prepotência?

Confesso que acho justo, pois o ego brasileiro sempre foi (ou está sendo por uma manipulação “hitleriana” no inconsciente coletivo?), deixa eu perguntar…é lavagem cerebral?

Aleluia ao Papa, pois minha família “nazi” nunca soube daquela carta que Lula recebeu. Ela, tão evangélica, não ter sabido?

É, as informações não chegam mesmo.

Deixa eu perguntar: o Brasil foi vendido?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s