O oásis chegou

Portanto o peregrino continuou em sua caminhada. Ela foi de fato cansativa e enigmática.

O peregrino mostrou ao mundo que de nada valeria ser uma imagem invisível, ele tinha que desnudar seus mistérios.

E e eles eram por demais enigmáticos.

Poderiam ser os mistérios do peregrino a sua culpa reprimida por ter tudo o que tanto sonhou, e mais, muito mais do que isso?

Para quem nada tinha, saber ter alguma notoriedade, fez do peregrino o seu mais perigoso destino, o destino da morte.

O peregrino sentou na mesa com amigos, brindou com todos, e se despediu.

Tirou uma última fotografia, saiu em busca de aliviar as suas dores, e encontrou a eternidade…

Mas antes, uma breve conversa com uma desconhecida sobre a morte.

A morte que sempre atraiu o peregrino, não só a ele, mas a outros iluminados que pairaram sobre a Terra.

Novamente só, o peregrino acabou a sua busca por respostas.

Era de fato a linha final de sua estória!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s