A ressureição do peregrino

O peregrino não sabia mais o que fazer, andava cambaleante por todas as suas trilhas.

E assim, continuou, pegou do oásis um pouco de água, estocou, e seguiu em frente, que mistérios ele ainda iria desvendar?

Bem, na verdade, todos os caminhos que ele percorrera, jamais fora tão ingrato quanto o último, mas o peregrino tinha uma força titânica, ele sabia bem os detalhes das situações observadas, principalmente as suas conclusões.

Para o peregrino, nada mais justo que sair por aí, soltando bolhas de sabão ao vento, sem permissão para seguir em frente, mas mesmo assim ele continuava as suas andanças, o caminho era por demais desastroso.

O peregrino observava um mundo caótico, ele via as imagens sacras e chorava, pois a sua fé era inabalável.

Orou perante uma santa, um túmulo de um monge, leu um trexo da Bíblia…se benzeu.

Vamos lá, como seria de agora em diante?

Talvez outro oásis?

Veremos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s