Introspecção no eclipse Lunar

Uma sílaba que se aproxime da realidade, seria insignificante perante a obscuridade que se assolou no meu mundo introspectivo.

E a minha cabeça que gira na rotação “dela”, sabe muito bem que as energias estão em ebulição “eclíptica.”!

Do-in, Do-in…

A inconstância é medida na verdadeira pluraridade que pulsa, mas pulsa forte, de verdade.

Queríamos ser um só, portanto que sejamos, oras.

Ninguém pertence a ninguém diante de eclipses, e os meus eclipses introspectivos são os mais energéticos possíveis.

As energias pulsam, mas elas pulsam como uma espécie de sétimo sentido.

Brindemos então à esta nova fase de vida.

A vida do eclipse Lunar…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s