Intelectual?

Costumava dizer de ser ou não intelectual, interferiria no meu desempenho de raciocínio do meu âmago interior.

Li bastante livros na minha vida, mas foi na egiptologia que encontrei o paraíso de ternuras em sua linda civilização.

A civilização egípcia me fascinou, me encantou por completo.

Hieróglifos foram lidos e decifrados.

Porém, despois de desmitificar Deuses, suas sabedorias e divindades, atribuí à excelência da vida, o saber pleno e absoluto.

Vamos descer em mares divinos, vamos apreciar as coisas, as situações e seus explendores.

Fui esquecido no meu quarto, foi a mim atribuída a desgraça narcísica.

De mim se fez saudades.

Sou grato por tudo nesta vida, sou excêntrico em todos os sentidos, sou narcísico para perder a compostura.

Portanto bebo da fonte da felicidade, para dar mais um respiro titânico, e assim aliviar as minhas dores, os meus pesadelos, cicatrizar as minhas feridas.

E olha que elas são muitas, e este Post não tem caráter de despedida, muito pelo contrário, é assim que um simples mortal um dia se fez REI!

O Rei de todos os Reis!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s