O tabuleiro de valores invertidos

Libertem-me das angústias do destino conflituoso.

Para mim, por mim e pelo sim, direi apenas que meus sonhos foram dilacerados e jogados numa cova rasa.

Eu os joguei?

Talvez sim, ou pelo sim e pelo não, reafirmo que sim.

A intelectualidade foi jogada às traças, estão à caça de intelectuais.

Mas diria que todos eles serão eternizados por nossa sociedade, um dia talvez.

No tabuleiro de valores invertidos, esqueceram que a intelectualidade deixou, um dia, as pessoas órfãs de livros, por exemplo.

Deixaram as pessoas soberbas com as músicas, as peça de teatro, as artes plásticas e tantas e tantas artes difundidas através do intelecto.

Ou talvez seja a era de artistas de ultra-direita atuarem no campo da informação?

Acho que a humanidade tomou rumos deploráveis, não suporto mais tamanaha vulgaridade no saber reflexivo.

As pessoas estão completamente fora do eixo.

A arte de se fazer arte…

Humanidade tosca, demais da conta.

Vivamos a nova era, a era da anti-padronização estética.

Quem sabe faz arte, que sabe consome arte.

Mas a arte não se completará desta forma.

Deixei ao longo dos anos as pessoas órfãs do que escrevia, mas perdi espaço para cobras venenosas.

Tenho dito, e assim registro firma em cartório virtual.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s