Engrenagem sócio-literária

Agora estou tranquilo e suave na madrugada.

Gostaria de firmar aqui um pacto: irei digitar até quando não suportar.

Vale muito à pena, quando o propósito é justamente o de emanar energias atômicas, espiritualizadas e virtuais.

Quando norteei este conceito há tempos atrás, consegui dar uma sequencia de interpretação para os meus Posts.

Salvando sempre a essência reflexiva, dei um imaginário pensativo para todas as postagens, em signos, em versos ou contos.

Dei significado às minhas metáforas, tentei ao máximo ser compreendido, mas isso não foi suficiente.

Agora, tento insistentemente, emanar bons fluidos para as pessoas que estão com as suas auras espectrais conturbadas.

Que a pigmentação apareça, e de pardo, possa colorir com boas energias todo o espectro que a envolve.

Digitando e salvando no rascunho, vou dando sequência às minhas profundas reflexões, o meu pensar pleno.

Como poderia ser um pedaço de um todo, se não desse a minha contribuição voluntária?

Sei que serei, algum dia, reverenciado pelos porcos, mas acredito que hoje sou por alguns notáveis.

Quando for pelos porcos, talvez atinja o grau máximo do reconhecimento.

Não é assim que funciona?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s