Signos e interpretações divinas

Solamente, e uma vez mais.

Abro aqui o relatório de uma certa incompreensão, a de um retiro retrógrado, e inevitavelmente conflitante.

Nada mais seria que um mero objeto de desejo inaceitável, pois para se aceitar um fardo, seria inadimissível, que ele não pudesse se sustentar por si só.

Não estou plenamente convicto das necessidades de uma vida impregnada de subjetividades, por isso tento ser o mais razoável possível nas minhas interpretações sígnicas.

A Semiótica poderia facilmente interpretar os meus relatos aqui postos, e por isso nada mais seria que uma pessoa facilmente decifrável.

Mas sinto a angústia de quem um dia tentou fazer de si, uma reprodução divina de fatos abençoados.

Os fatos aqui postos, são os de verossímel assimilação.

Vamos assimilar as verdades aqui atribuídas, sem fingir a falta de compreensão.

Compreender as palavras escondidas em metáforas, é uma vertente do significativo contexto de dentro do plano de observação.

Por isso sou o Observer do Mirc.

Por isso vivo dentro de um invólucro interpretativo.

Interpretem-me.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s