As cores de azar

Os incontestáveis elementos para se formar uma fé sólida, podem aquecer as diferenças entre o real e o imaginário da loucura.

Todos nós podemos ser tão efêmeros quanto a felicidade.

E nada nesse mundo poderia ser tão ardiloso quanto o sério embate entre a conformidade e a aceitablidade.

Posso evoluir mil vidas que não possuirei os desígneos da fortuna.

Não sou espectador desse teatro das amarguras.

Não sou tão popular quanto a eternidade, tão bela ela se mostra para mim.

Procuro os elementos que me farão total mensageiro enviado da ganância.

Aqui, deixo os registros dos revezes por mim condicionados.

Sou fera que faz de mim o eterno algoz dos sonhos, tão deslumbrante serão a sabedoria eloquente dos que sabem se fazer mais.

Aqui, no firmamento da divindade eterna, jogo dados, uma partida de gamão de dez pontos, onde cada ponto é um gamão propriamente dito.

E nesse jogo, não carregarei nada mais que meu legado rumo o inesperado.

Rumo a fortuna de quem sempre teve a sorte nos dados.

Jogos de azar não combinam comigo…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s