A metáfora do que eu sei

Nunca poderia pensar que um desajuste medicamentoso, pudesse causar um furacão na minha vida.

Não estou certo de que fiz as escolhas corretas, mas tratar com uma pessoa que não possui um comportamento muito razoável, leva ao efeito rebote.

Mas o que sei fazer sei, e ninguém me tira isso.

E muito bem feito, diga-se de passagem.

Sou um simples e rarefeito ar, respiro em diversas camadas, mas o oxigênio estará sempre ao meu lado.

Minhas metas foram batidas, sei demais do que sei fazer.

E sei apenas por intuição, por eloquência, pela razão de organização e simetria.

Vamos raciocinar, pois nada poderia ser mais indigno que a maratona dos desafortunados, e sei que poderia ser um deles.

Mas não o sou.

Sei o que sei fazer, e disso ninguém nem nada tirará de mim.

Por que sonhei um dia, e consegui atingir.

O céu é para poucos, o inferno também.

Do purgatório me criei, e lá deixei muitos amigos.

Aqui, completo o meu ciclo de suposições. Na terra, existem lugares melhores para se habitar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s