O rótulo histérico

Um rótulo poderia ser mais marcante que o folclórico apelido de juventude.

Ser rotulado é como se levasse um ferro em brasa e para sempre estigmatizasse uma pessoa.

Mas os rótulos estão aí.

A sociedade rotula as pessoas.

Não quer nem saber o do porque de determinadas atitues, o ser humano é sempre rotulado dentro de sua periférica habitação, co-habitação.

O princípio de tudo é que a sociedade gosta de colocar categorias nas pessoas.

Categorizando-as, vai-se de um em um, e se cobra deles o que deveriam estar fazendo dentro do contexto social.

Isso é o que é mais deprimente.

Portanto estando ou não estando dentro dos ditames, o indivíduo é rotulado ao bel prazer da normalidade apresentada.

Da minha parte adoro ser rotulado, e o sou com toda a certeza.

Meus rótulos, são a expressão máxima do que eu fui um dia, do que eu prego e do que eu investigo.

Mas de que importa minhas viagens?

A ninguém, nada interessa, apenas o rótulo que eu possuo.

Rotulam-se, idiotizam-se, essa é a verdadeira periculosidade da sociedade.

O resto, apenas pandemia histérica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s