Para sonhar

Já é tarde na minha cidade, daqui a pouco escurece.

E tem sido assim todos os dias, a noite chega rapidamente, nem parece que o dia passou tão rápido.

Em busca do retiro, sou totalmente uma chama de desejo diário, não consumado.

Vou anotando tudo dentro de uma percepção, anotações visuais, e esclareço a cada instante, uma névoa de possibilidades dentro de uma projeção interior.

Já se foi o tempo que a minha percepção pairava dentro de uma conjuntura de possibilidades.

O tédio toma conta de mim, da minha essência, nao sei mais o que fazer, ou para onde não ir, deixar de comparecer.

O dia a dia tem sido muito angustiante, não sei dos desejos deliberados do meu ser, atribuo o sentimento introspectivo de forma desordenada.

Sinto muito companheiro, não sou pétala esperando por um sopro de vida, o néctar dos Deuses já passou bem distante de mim.

Estou insoso, não possuo mais nehum objetivo que me faça sonhar.

Os sonhos acabaram-se.

Me resta torcer daqui de fora, para que as minhas diretrizes de pensamentos possam pernoitar de forma mais racional.

Não suporto mais trocar a noite pelo dia.

Espero sonhar mais e mais vezes, para poder acordar mais uma vez, distante de tudo e de todos.

Meu isolamento, acima de tudo, é introspectivo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s