A paz celestial

Indistintamente, caminho pelos horizontes inóspitos, e encontro vários motivos de arrependimento.

Independente de tudo, faço o que tem de ser feito.

Agora estou um pouco mais leve.

Caminhei por horizontes sórdidos, e que o que quero agora é sombra e água fresca.

Durante algumas madrugadas estive intretido em solitárias jornadas, e fui acometido de náuseas.

As deixei transparecer em negatividades.

Mas esse confinamento está bastante desgastante, oras.

Da minha parte agora, apenas assistir ao momento em que a luz se faça presente, quero muito ir de encontro a ela.

Ser blogueiro exige muito exercício e às vezes isso leva a exaustão.

Dormi bem, por dois dias consecutivos.

Agora, revigorado, espero percorrer novos caminhos e novas jornadas.

Ser fiel de mim mesmo.

Ser autero e convicto dos fatos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s